PublicidadePublicidade

6 vulcões ativos que são os mais perigosos do mundo

Dos mais mortais, aos que já devastaram cidades inteiras

Anna Júlia Steckelberg -
6 vulcões ativos que são os mais perigosos do mundo
Em 1985, o Nevado del Ruiz entrou em erupção e matou mais de 23.000 pessoas. (Foto: Reprodução)

Por mais que o Brasil não tenha vulcões em seu território, qual brasileiro não tem curiosidade para saber sobre os mais de 1.5000 espalhados pelo restante do mundo? Por isso, compilamos uma lista com os vulcões ativos mais perigosos do mundo abaixo. Confira os vídeos deles:

6 vulcões ativos que são os mais perigosos do mundo:

Monte Vesúvio – Itália

Começamos nossa lista com o Monte Vesúvio é um dos vulcões ativos mais famosos da história. Basicamente, sua fama surgiu em 79 d. C., quando sua erupção dizimou os cidadãos da cidade de Pompeia. Assim, com uma lava a uma temperatura entre 250-300 °C, estima-se que nos últimos 17 mil anos o vulcão tenha passado por oito grandes erupções como essa. 

PublicidadePublicidade

Monte Fuji – Japão

Em segundo lugar, temos um dos principais cartões postais naturais do Japão (e o mais mortal). Em resumo, o Monte Fuji é um dos vulcões ativos mais perigosos do mundo e sua última erupção ocorreu em 1707. Mas, você deve estar se perguntando, se faz tanto tempo, qual a preocupação com esse monte? Bom, a resposta é simples, estima-se que naquele ano, as cinzas e os destroços chegaram até Tóquio (a 132 km de distância do vulcão) e 20.000 pessoas morreram. 

Monte Nyiragongo – República Democrática do Congo

Em seguida, temos o Monte Nyiragongo, o vulcão ativo que mais preocupa vulcanólogos atualmente. Para se ter uma ideia, em março de 2021, o grandioso entrou em erupção com o aumento do nível de magma dentro do vulcão (assista). No geral, é a partir da lava e de gases venenosos que se mede a periculosidade de um vulcão.  Além disso, se o Monte Nyiragongo entrar de fato em erupção, fora o risco aos humanos, uma possível tragédia poderia dizimar ¼ da população mundial de gorila-das-montanhas (já considerados sob risco de extinção).

Monte Pinatubo – Filipinas

Da nossa lista, talvez essa seja a montanha mais segura. Embora, em 1991 acabou surpreendendo as Filipinas e vitimando cerca de 722 pessoas.Conforme dados do Programa Global de Vulcanismo, aproximadamente 21 milhões de pessoas moram na região e geram preocupação ao governo.

Monte Agung – Indonésia

Sem demora, temos o gigante da Indonésia, que está em constante atividade. Para se ter uma ideia, só entre 2017 e 2019, foram registrados 844 terremotos vulcânicos em sua região. Porém, sua grande erupção ocorreu na década de 60 e durou 11 meses, matando mais de 1.000 pessoas. Agora você entende o porquê os cientistas não tiram o olho desse vulcão?  

Nevado del Ruiz – Colômbia

Esse vulcão ativo localizado próximo do Brasil e em uma região coberta de neve, levanta a atenção dos pesquisadores. Isso porque ele pode desestabilizar enormes geleiras e causar enormes fluxos de lama que são tão destrutivos e perigosos quanto a lava. Além disso, sua maior tragédia foi registrada em 1985, quando uma erupção matou mais de 23.000 pessoas. 

Bônus:

Monte Santa Helena – Estados Unidos

Por fim, fechamos nossa lista com o Santa Helena, que não causou muitos danos,  é uma grande preocupação para vulcanólogos. Basicamente, sua única erupção foi nos anos 80 e matou apenas 57 pessoas. Porém, uma nova erupção pode ter efeitos mais catastróficos. Conforme especialistas, as características do domo de lava deste vulcão ativo indicam que uma nova erupção exigiria uma enorme quantidade de pressão para acontecer; como resultado, causando mais destruição.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.