O que já se sabe sobre suíço morto em Goianésia após tentativa de sequestro

Jovem que confessou o homicídio saiu de Anápolis com a intenção de cobrar dívida e foi preso em flagrante

Da Redação -
Vítima foi baleada e não resistiu aos ferimentos (Foto: Reprodução)

O homicídio de um homem na zona rural de Goianésia na última sexta-feira (22) por conta de uma suposta dívida de R$ 12 mil está sendo elucidado aos poucos pela Polícia Civil (PC).

A vítima foi o suíço Aristo Deliyannidis, de 57 anos. O autor confesso do crime, Raí Rezende de Moura, de 27 anos, saiu de Anápolis e pegou um ônibus rumo ao município vizinho para cobrar a dívida.

Ao chegar na residência de Aristo, o jovem obrigou o homem entrar em um carro retornaria para Anápolis.

Entretanto, no trajeto, Raí colidiu contra um barranco após Aristo puxar o freio de mão do veículo. Com a batida, a vítima tentou fugir, mas foi atingido com três tiros a queima roupa.

Policiais do Batalhão Rural da Polícia Militar ouviram os tiros e se dirigiram ao local a tempo de encontrar Raí com a arma na mão.

O suíço foi encontrado com vida e encaminhado a um hospital, mas morreu na unidade de saúde.

A investigação do crime está sendo realizada pela Polícia Civil de Goianésia.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.