PublicidadePublicidade

Goiano enfim é condenado por matar brutalmente a esposa e fugir por 21 anos

Detalhes cruéis do caso foram divulgados pelo MPGO, que acompanhou o julgamento do acusado

Karina Ribeiro -
Sede Ministério Público Goiânia (Foto: Reprodução/MP-GO)

21 anos. Esse foi o tempo que a Justiça levou para capturar Sebastião Vieira da Silva.  Mas o tempo de permanência na cadeia pode ser ainda maior – ele foi condenado a 25 anos de prisão por matar a companheira, em Cachoeira Alta, Sul do estado,  por motivo fútil e utilizando recursos que dificultaram a defesa da vítima.

A denúncia do Ministério Público (MP) contra o autor foi oferecida em dezembro de 1999, três meses depois que o crime ocorreu. Antes da morte, a vítima, Almerinda Helena Miranda, chegou a ser ameaçada algumas vezes e até acionou a Polícia Militar (PM), mas entrou em acordo com o companheiro e os dois continuaram morando juntos.

Em 22 de setembro daquele mesmo ano, o casal foi para uma confraternização na casa de um cunhado. Lá, a vítima comentou que queria se separar e mais uma vez ouviu do homem a promessa de que seria executada.

Mais tarde, foi para casa se trocar para ir para uma outra festa. Sebastiao, que já havia consumido várias bebidas alcoólicas, foi atrás para proibi-la de sair.

Conforme o MP, foi neste momento que ele tampou a boca da companheira com um pano, para evitar que ela conseguisse pedir socorro, e desferiu vários golpes de faca pelo corpo dela. Em seguida, fugiu.

Ele estava foragido, mas foi preso em Arcos (MG) em abril deste ano em cumprimento de mandato de prisão expedito pelo Judiciário.

 

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.