Ele não é de família árabe e ainda assim faz sucesso com esfirras diferenciadas em Anápolis

Matheus Teles, que é exemplo de superação e empreendedorismo na pandemia, ainda quer ir mais além

Rafaella Soares -
Matheus criou o Mabib’s. (Foto: Divulgação)

Em novembro de 2020, Matheus Teles Cavalcante, de 25 anos, teve de tomar uma decisão difícil: largar o próprio emprego, como analista de patrimônio em um supermercado de Anápolis, para usar todo o dinheiro do acerto para ajudar a família em casa.

Na época, os casos de Covid-19 ainda estavam em alta e o desespero só aumentou quando ele pegou a doença e passou para a mãe, que precisou ser internada em decorrência dos pulmões estarem 75% comprometidos.

Depois de passar o último réveillon no hospital, acompanhando a genitora e comprando remédios caros, o rapaz se viu numa situação complicada, já que estava sem trabalho e passando por dificuldades financeiras.

PublicidadePublicidade

“No final de janeiro, estávamos sem R$ 1 no bolso. Mas aqui em casa tinha os ingredientes para fazer um pão de leite. Fiz para almoçarmos com manteiga e ficou tão bom que minha mãe disse que eu poderia fazer esfihas”, contou Matheus, ao Portal 6.

E foi aí que acendeu o espirito empreendedor do jovem, que pouco depois recebeu uma parcela do seguro desemprego, começou a criar esfihas que toda a família adorava e decidiu abrir um restaurante delivery, respeitando o momento do lockdown.

“Em um domingo, no almoço, pensei no nome Mabib’s. Fiz a logomarca, mas não tinha estrutura financeira para começar. Então peguei R$ 350 emprestado com amigos e família, comprei um forno parcelado e algumas embalagens. Decidi abrir no dia 08 de fevereiro”, disse.

“Tive que enfrentar alguns desafios, como o medo, a insegurança e a necessidade de pensar em um diferencial. E o hoje o meu diferencial é a qualidade do meu produto, dos produtos que eu utilizo. É tudo de primeira”, acrescentou.

Agora, mesmo poucos meses após a abertura do Mabib’s, Matheus faz muito sucesso com as esfihas em toda a cidade e conquistou clientes fieis, já ofertando um cardápio variado com diversos sabores doces e salgados.

Os sonhos também não param. O próximo passo que o jovem empreendedor deseja dar é alcançar um espaço físico para receber presencialmente os anapolinos.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.