Sem internet, criancinha autista não consegue pedir ajuda e fica três dias com a mãe morta em casa

Corpo já estava em decomposição e caso só foi descoberto quando a garotinha, que estava com fome, conseguiu sair sozinha da residência

Da Redação -
Mulher foi encontrada morta em casa. (Foto: Divulgação)

O pedido desesperado de uma garotinha de 07 anos foi suficiente para receber um caso chocante e triste em Jataí, no Sudoeste goiano.

Nesta quarta-feira (29), a menina, que seria autista, conseguiu abrir o portão de casa e viu alguns rapazes na rua lavando um carro. Ela se aproximou, disse que estava com fome e pediu ajuda para socorrer a mãe.

De imediato, pensaram se tratar de uma brincadeira. No entanto, ao se deslocarem até a residência da criança, encontraram a genitora, de apenas 28 anos, caída na área, perto do quintal, já em estado de decomposição.

Acionada, a Polícia Militar descobriu que a jovem teria morrido há cerca de três dias. Antes, já estava se sentindo mal e teria pedido para que a filhinha chamasse por ajuda.

A menor chegou a gravar um áudio para a avó pelo WhatsApp, mas o celular estava sem internet para encaminhar a mensagem. Por isso, ficou todos os três dias com corpo da mãe e sem se alimentar, até conseguir sair da casa sozinha.

Inicialmente, por causa do estado crítico em que o cadáver se encontrava, não foi possível detectar nenhuma lesão que apontasse violência. O caso está sendo tratado como morte natural.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.