Loja que proíbe a entrada de homens divide opiniões: desrespeitosos, infiéis e mão de vaca

Dona diz que decidiu afixar vários cartazes após inúmeros casos de assédio contra clientes e funcionários

Gabriella Licia -
Cartazes espalhados pela loja, nichando quem pode ou não entrar. (Foto: Reprodução)

‘Homens que depreciam o corpo de suas mulheres, homens que ao invés de enaltecer a beleza de suas acompanhantes’ devem passar longe da empresária Andrea Costa, segundo a mesma.

A dona da loja de roupas decidiu distribuir cartazer orientando quem seria ‘bem-vindo’ no estabelecimento após uma séria consecutiva de ocasiões traumáticas, incluindo assédio.

Um dos letreiros fixado solicita para que pessoas que se identifiquem com o sexo masculino esperem do lado de fora do estabelecimento, caso não desejem provar algo.

No entanto, Andrea foi bastante amável com os pets, deixando bem claro que são bem-vindos. Inclusive, há água, ração e biscoitos para os animais.

Mais restrições

A empresária não parou por aí. Ela fez questão de deixar novos cartazes pela loja para nichar ainda mais o público.

‘Homens “mão de vaca” ou que vão à loja com a esposa um dia e com a amante no outro’ também não devem frequentar o estabelecimento.

A loja ainda ressalta que “deduraria” as enganações: “se vier e nos fazer passar esse constrangimento nós vamos contar”, reforça.

Cartazes espalhados pela loja, nichando quem pode ou não entrar. (Foto: Reprodução)

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.