Pré-candidatura de Márcio Cândido racha base e deixa Leandro Ribeiro irritado

Com bom trânsito no segmento pentecostal, o vice-prefeito também deve levar uma fatia importante do eleitorado evangélico anapolino e de outras dezenas de cidades onde a Assembleia de Deus tem igreja

Danilo Boaventura -
Márcio Cândido é vice-prefeito de Anápolis. (Foto: Divulgação)

Márcio Cândido saiu silenciosamente do União Brasil e se filiou ao PSC.

O vice-prefeito vai ser mais um dos quatro candidatos a deputado federal pelo partido em Anápolis para ajudar na reeleição de Glaustin da Fokus.

No entanto, não quer apenas cumprir tabela e tem mais potencial de levar o voto da máquina que Leandro Ribeiro pelo simples fato de ser bem quisto por servidores. O outro não pode dizer o mesmo.

Com bom trânsito no segmento pentecostal, Márcio Cândido também deve levar uma fatia importante do eleitorado evangélico anapolino e de outras dezenas de cidades onde a Assembleia de Deus tem igrejas do campo Madureira.

Tudo isso estaria irritando profundamente o ainda presidente da Câmara, que queria ser o único candidato do bloco governista na cidade e agora teme ter menos votos ainda.

É bom lembrar que Leandro estabeleceu como meta receber 40 mil votos só em Anápolis. Do contrário, o sonho de ser prefeito ruiria.

Deu piti

Para se ter uma ideia do nível de contrariedade e transtorno pela candidatura de Márcio Cândido, Leandro teria ameaçado desistir do projeto de concorrer à Câmara Federal e avisado que nessas circunstâncias prefere disputar uma vaga na Alego.

Pegou mal

Falando em Leandro, a volta da ex-indicada dele à Prefeitura, Sônia Borges, na última sexta-feira (08), causou revolta nas redes sociais.

Ela, que havia sido exonerada após ser acusada de agredir um advogado no Rápido do Jundiaí, foi nomeada como coordenadora setorial da ARM.

A Polícia Civil investiga o caso.

Outro lado

Ainda sobre o polêmico projeto de lei que pretende restringir a presença de armas na Câmara de Anápolis, Jakson Charles garantiu à seção Rápidas que a iniciativa não tem apenas o vereador Policial Federal Suender como alvo.

“Hoje nós temos pelo menos cinco parlamentares que possuem porte de arma, dentre eles Cabo Caixeta, Dr. José Fernandes (perito médico), Leandro Ribeiro e provavelmente possa ter algum que não seja do meu conhecimento”, disse.

Triste de ver

A forte chuva que caiu sobre Anápolis no domingo (10) deixou ainda mais evidente a deterioração do tradicional Conjunto Villa Verde. Vídeos mostrando o deslizamento de rebocos das paredes dos blocos correram as redes sociais com o temor de coisa pior possa acontecer em breve no local.

Nota 10

Para o Corpo de Bombeiros de Anápolis. Com o temporal que caiu sobre a cidade no domingo, a corporação trabalhou quase que sozinha para desobstruir ruas, socorrer acidentados e resgatar animais.

Nota Zero

Para a delegada Gabriela Bigatão Adas, que sacou uma arma para um entregador de aplicativo após um mal entendido no condomínio onde ela mora, em Goiânia.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.