4 mitos do emagrecimento

Ana Teixeira Nutricionista -
(Foto: Reprodução)

1. Você precisa cortar o carboidrato para emagrecer.

O emagrecimento acontece com o déficit calórico, ou seja, ingerir menos calorias (energia) do que você gasta. Por isso, cortar o carboidrato não é necessário. O equilíbrio entre os macronutrientes (carboidrato, proteínas e gorduras) na alimentação é fundamental, e a distribuição adequada garante que você consiga manter os seus resultados. Afinal, você não vai ficar sem comer carboidrato para sempre, não é mesmo?

2. Você precisa inserir alimentos diet e light na sua alimentação.

Alimentos diet e light também possuem calorias e por isso a substituição muitas vezes não é a solução e pode até ser um problema, pois você pode querer exagerar simplesmente pelo fato de serem menos calóricos. Além disso, a maioria desses produtos contam com grande quantidade de adoçantes artificiais que são prejudiciais à saúde.

3. Você precisa fazer jejum para emagrecer.

É um erro pensar que é preciso longos períodos sem comer para emagrecer. O jejum bem orientado e com déficit calórico pode sim ser uma estratégia para o emagrecimento, mas não é um fator determinante. Quando feito sem orientação, o jejum pode contribuir para que você sinta mais fome e coma mais calorias do que você precisa durante a janela de alimentação, e isso pode piorar os seus resultados

4. Você precisa comer pouco para emagrecer.

A saciedade é um dos pontos principais no emagrecimento, e para ficar saciado você precisa ingerir um volume maior de comida. Contudo, comer pouco não é a solução. É preciso usar os alimentos de baixa densidade calórica a seu favor, ou seja, consumir alimentos com maior volume e ao mesmo tempo pouco calóricos. Os vegetais se encaixam perfeitamente nessa estratégia, faça dos vegetais a base da sua alimentação.

Ana Teixeira é nutricionista, formada pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Especialista em Nutrição Funcional pelo Instituto VP e Nutrição Esportiva e Obesidade pela Universidade de São Paulo (USP). Tem consultório próprio em Anápolis e escreve todas as quartas-feiras no Portal6. Siga-a no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as opiniões do site.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.