Após causar tumulto em voo, mulher recebe a maior multa da história da aviação

Após surto, passageira precisou ser imobilizada e presa no assento com fita adesiva para conter a raiva dela

Gabriella Licia -
Passageira foi imobilizada no assento com fita adesiva. (Foto: Reprodução)

Uma mulher norte-americana foi penalizada com a maior multa da história da FAA (Administração da Aviação Federal dos Estados Unidos) após ter verdadeiro surto dentro de avião.

A passageira precisou ser imobilizada com fita adesiva no assento para ser contida, devido ao enorme estresse. O caso aconteceu em julho de 2021.

A confusão começou durante uma turbulência, quando a moça acabou caindo no corredor da aeronave e ficou revoltada com o caso.

Um outro passageiro ainda tentou ajudá-la, mas ela recusou e o ameaçou de morte.

Completamente descontrolada, a passageira tentou invadir a cabine de controle do avião, onde estava o piloto da nave. No entanto, pôde ser impedida pelos tripulantes e, por fim, ser presa com as fitas.

O valor estipulado a ser pago foi de US$ 81.850, aproximadamente R$ 386 mil reais, nos valores atuais.

E engana-se quem pensa que ela foi a primeira a cometer um ato insano em pleno voo. No mesmo mês de julho, um homem foi multado em US$ 77.272, aproximadamente R$ 365 mil reais, após outro surto.

Neste caso, o passageiro tentou abrir a porta do avião várias vezes e mordeu outra pessoa que sobrevoava também.

 

@saltynutz333 #American Airlines #lady taped to seat #mental health scare #plane ♬ original sound – Pit*Stop

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.