Justiça recebe denúncia contra jovem que ateou fogo em colega de classe, em Goiânia

Estudante teria ficado incomodada com comentários supostamente feitos pela vítima

Pedro Hara -
Caso ocorreu em março deste ano. (Foto: Reprodução)

A estudante Islane Pereira Saraiva Xavier, de 20 anos, foi indiciada por atear fogo na jovem Marianna Cristhina Gonçalves Areco Santos, de 17 anos.

O caso ocorreu no dia 31 de março deste ano, no pátio do Colégio Estadual do Setor Palmito, localizado no Jardim Novo Mundo, em Goiânia.

De acordo com as investigações da Polícia Civil (PC), as duas estudavam na mesma classe e a suspeita teria ficado incomodada com comentários sobre a maneira que se bronzeava.

Achando que as críticas tinham partido de Marianna, Islane levou para o colégio álcool e isqueiro. Durante o intervalo, a suspeita se dirigiu até a vítima e, pelas costas, ateou fogo nela.

Após o episódio, a menor ficou se debatendo no chão e foi socorrida inicialmente por colegas e profissionais do colégio, até a chegada do socorro médico.

A investigação aponta que, logo depois de atear fogo na vítima, Islane saiu caminhando calmamente até a sala de aula e não ofereceu resistência ao ser presa.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade