Após quase dois meses fora do ar, app do transporte coletivo em Anápolis volta a funcionar

Ferramenta reúne várias informações sobre a operação dos ônibus do transporte coletivo de Anápolis e vinha apresentando instabilidade

Rafael Tomazeti -
Aplicativo ficou suspenso por falta de verbas. (Foto: Portal 6)

O aplicativo SimAps teve suas funcionalidades plenamente restabelecidas nesta quinta-feira (12). Depois de quase dois meses com instabilidade, a ferramenta voltou a funcionar e está disponível para os usuários do transporte coletivo de Anápolis.

O SimAps mostra aos usuários, em tempo real, a localização exata dos veículos em operação. Também é possível se orientar sobre linhas mais apropriadas para o trajeto, visualizar pontos mais próximos e calcular o tempo de viagem.

De acordo com a Agência Reguladora Municipal (ARM), foi necessário realizar várias atualização para garantir a segurança das informações e do banco de dados. “Nós precisamos assegurar que tudo está perfeito, em sincronia”, disse o presidente da autarquia, Robson Torres.

Durante as últimas semanas, diversos usuários do transporte coletivo de Anápolis sofreram sem o aplicativo. As reclamações se espalharam pelas redes sociais.

A ARM diz que, agora, a SimAps deve ter novas funcionalidades. A agência quer liberar na plataforma a possibilidade de recarga dos cartões de transporte.

“Seguimos uma tendência mundial das cidades inteligentes. A conectividade e o uso de sistemas de informática contribuem muito com o bem-estar da população. É possível nos tornarmos referência no Brasil e no mundo”, frisou Robson Torres.

O SimAps tem dois anos de operação e registra 59 mil usuários diários, segundo cálculos de bilhetagem eletrônica.

Falta de pagamento

Em abril, o Portal 6 mostrou que o serviço estava suspenso por falta de pagamento. À época, a empresa Abreu Soluções Tecnológicas, responsável pelo aplicativo, lamentou a suspensão e afirmou que os problemas contratuais estão se arrastando há tempos e, por falta de pagamento, a situação ficou insustentável.

Diversos serviços de fornecedores que ajudam a manter o ecossistema da tecnologia funcionando tiveram de ser suspensos, pois a empresa já não conseguia mais segurar as contas sozinha.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade