Quem é o espanhol que teve o passaporte retido e está proibido de sair de Anápolis

Investigado pela suspeita de ser um grande exportador de sementes de maconha, ele também não poderá frequentar bares, boates e casas de prostituição

Denilson Boaventura -
Espanhol conseguiu habeas corpus na Justiça. (Foto: Reprodução/PC)

Preso na última sexta-feira (20) antes que voltasse para Espanha, Ekaitz Larumbe Jakue conseguiu liberdade provisória, mas teve o passaporte retido e está temporariamente proibido de sair de Anápolis.

O homem, de 49 anos, que tinha planos de fugir, é investigado pela suspeita de ser um grande exportador de sementes de maconha. A mulher dele, uma brasileira, de 42 anos, também foi detida.

As investigações apontam que a venda ocorria pela internet. O equivalente a R$ 2 milhões em mercadorias foi apreendido pelo Grupo de Repressão a Narcóticos (Genarc) e incinerado.

Morador de um condomínio de luxo e dono de uma Mercedes-Benz, Ekaitz Larumbe Jakue era quase invisível na vizinhança. Os poucos que tinham contato com ele o chamavam por “Espanhol” ou “Carlos”.

Saiu no sábado (21) o alvará de soltura, concedido pela juíza plantonista Vívian Martins Melo Dutra. Conforme decisão obtida pelo Portal 6, a magistrada levou em conta os bons antecedentes, residência e trabalho fixo.

Por outro lado, além da retenção do passaporte e da proibição de sair da cidade, Ekaitz Larumbe Jakue ainda não poderá frequentar bares, boates e casas de prostituição.

Todas estas medidas cautelares, todavia, podem ser revistas a qualquer momento pela Justiça caso ele dê indícios de que tenha a intenção de descumprir a decisão.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade