Prefeitura tem culpa na baixa procura da vacina contra sarampo em Goiânia, aponta infectologista

Quase dois meses após o início da campanha de vacinação números são alarmantes entre o público infantil, grupo mais sensível a doença

Augusto Araújo -
Goiânia irá realizar vacinação contra sarampo durante feriado municipal. (Foto: Divulgação/Secom).

Iniciada em abril, a campanha de vacinação contra o sarampo em Goiânia está em níveis baixíssimos e apenas 19% do público-alvo se imunizou na capital.

Os números são ainda mais preocupantes entre as crianças entre seis meses e quatro anos de idade. Mais sensíveis ao vírus, apenas 13% da população desta faixa etária recebeu as doses exigidas.

Além deste público, os trabalhadores de saúde também são visados pela campanha de vacinação. No entanto, apenas 25% destes profissionais foram imunizados contra a doença.

Ao Portal 6, o médico infectologista Marcelo Daher afirmou que há uma falha na comunicação da Prefeitura para explicar a importância das doses para a população.

“Muitas mães têm questionado se realmente precisam vacinar as crianças de novo, porque elas já foram imunizadas e se é necessário tomar uma terceira dose. Mas é muito importante que se continue aplicando”.

“A campanha tem como objetivo proteger o maior número de pessoas possível ou cobrir eventuais falhas de cobertura que possam ter ocorrido”, argumentou.

Daher destacou que o sarampo é uma doença de alta transmissibilidade e que gera risco de morte para a criança infectada.

Portanto, para reduzir os riscos, o infectologista aponta que a imunização é o caminho mais fácil. No entanto, ele pontuou que é necessário haver um trabalho ativo da Prefeitura para facilitar a aplicação da vacina.

“É necessário criar estratégias de vacinação, ir atrás, para mudar esse cenário. É necessário modernizar a busca da pessoa que precisa tomar as doses”, complementou.

No total, são 155 mil goianienses aptos à imunização contra o sarampo. Entretanto, foram apenas 28,9 mil pessoas que buscaram os serviços de aplicação.

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a meta é de que 95% do público-alvo seja vacinado ao longo da campanha anual.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade