Não é o frio nem calor que faz uma cidade ser bonita, mas sim a zeladoria e a preocupação urbanística

Márcio Corrêa -
Maringá, no interior do Paraná, conhecida por ser uma das cidades do interior mais bonitas do Brasil. (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Maringá)

Entre familiares, amigos, colegas e conhecidos tenho sido muito instado a comentar conceitos de cidade e formas de atrair investimentos, trazer recursos e até mesmo turistas.

Tenho tratado esse tipo de situação com tranquilidade, até porque fui candidato a prefeito na eleição de 2020 e minha campanha teve como mote lembrar a população que Anápolis tem todas as condições para decolar e gerar mais oportunidades, emprego e renda para as famílias e nossos jovens.

Mas viajando ao interior para ouvir lideranças e conversar de perto com as pessoas, tenho me surpreendido com cidades extremamente limpas, com praças e canteiros muito bem cuidados e elementos paisagísticos que fazem qualquer visitante tirar o celular do bolso e caprichar nas fotos e selfies.

Não é o calor ou o frio que faz uma cidade como Gramado atrair milhares de pessoas ao ano. O clima é só um detalhe no charme na paisagem, mas sim a preocupação que governantes e a própria população tem com o zelo do lugar onde vivem. Pirenópolis também está ao lado e serve como outro exemplo.

Zeladoria e preocupação urbanística fazem toda a diferença. Não tem coisa melhor que receber um parente ou familiar em nossa cidade e vê-los elogiando o lugar onde você mora.

Os recursos são escassos e, de fato, há que se eleger prioridades, como saúde e educação, mas há dezenas de programas nos Ministérios em Brasília à disposição do país para cuidar do patrimônio público, recuperar museus e centros históricos, reformar praças, construir parques e ampliar espaços que visem a qualidade de vida da população. Precisamos ir atrás deles, pois esse é um caminho inteligente que ajuda nas soluções.

Márcio Corrêa é empresário e odontólogo. Preside o Diretório Municipal do MDB em AnápolisEscreve todas as segundas-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as opiniões do Portal 6.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.