Em Anápolis, homem aciona a PM com medo de morrer após cobrar hora extra de patrão

Vítima afirmou que era mantido em trabalho escravo e decidiu não deixar a história barata

Da Redação -
Polícia Militar do Estado de Goiás. (Foto: Divulgação/ Polícia Militar)

Temendo pela vida, um homem, de 34 anos, precisou acionar a polícia após ter sido ameaçado de morte pelo chefe por ter cobrado pela hora extra trabalhada. O caso aconteceu na noite desta terça-feira (31), no bairro Lapa, região Oeste de Anápolis.

Portal 6 apurou que, por volta das 23h30, a vítima saiu do local em que trabalhava. chamou a Polícia Militar (PM) e fez a denúncia.

Aos militares, o trabalhador ainda afirmou que era mantido em trabalho escravo e que queria prestar uma queixa contra o chefe.

Diante do relato, os policiais orientaram que ele fizesse registro na delegacia e procurasse o Ministério Público do Trabalho em Goiás (MPT-GO).

O caso deverá agora ser investigado pela Polícia Civil.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.