UFG vai abrir mais de 600 vagas em cursos gratuitos de especialização à distância

Será realizado processo seletivo e os candidatos irão ser chamados ao longo de 2022

Pedro Ribeiro -
Universidade Federal de Goiás. (Foto: Reprodução)

A Universidade Federal de Goiás (UFG) irá disponibilizar mais de 600 vagas em cursos de Educação à Distância (EaD). Todas as oportunidades são inteiramente grátis e o estudante vai receber a mesma certificação dos alunos que realizarem presencialmente.

Em parceria com o programa Universidade Aberta do Brasil (UAB), já foram confirmadas especializações em Educação Física Escolar e também em Ensino das Artes Visuais: Abordagens Metodológicas e Processo de Criação.

A aplicação em Educação Patrimonial: Museus, Escolas e Comunidades ainda está passando por análise e deve ser confirmada em breve.

Os interessados podem manifestar interesse em até dois cursos simultaneamente. Para registrar a matrícula, é necessário se cadastrar no site do Centro Integrado de Aprendizagem em Rede (Ciar) da UFG.

A seleção de candidatos será através de processos seletivos que serão realizados ao longo de 2022.

Ensino à distância

Além da UFG, outras instituições de ensino de Goiás também irão disponibilizar cursos gratuitos na modalidade EaD. A Universidade Estadual de Goiás (UEG), Universidade Federal de Catalão (UFCat), Instituto Federal de Goiás (IFG) e Instituto Federal Goiano (IF Goiano) estão preparando cerca de 4 mil vagas a serem ofertadas ainda neste ano.

Confira as vagas disponíveis:

Especialização em Educação Física Escolar

  • 150 vagas para o 2º semestre de 2022
  • Polos: Goiânia, Uruaçu, Formosa, Anápolis, Alexânia

Especialização em Ensino das Artes Visuais: Abordagens Metodológicas e Processo de Criação

  • 162 vagas para o 1º semestre de 2023
  • Polos: Anápolis, Goiânia, São Simão, Catalão, Cavalcante

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade