Sem candidatura ao Senado, Zacharias Calil admite desistir de eleição: “não estou obcecado”

Pré-candidato pelo União Brasil, deputado tem disputa interna com Delegado Waldir

Rafael Tomazeti -
Zacharias Calil durante sabatina do Portal 6. (Foto: Reprodução/Portal 6)

Pré-candidato ao Senado, o deputado federal Zacharias Calil (União Brasil) coloca em dúvida seu futuro na política caso não seja escolhido pelo partido para concorrer à cadeira de senador por Goiás em 2022.

Na primeira sabatina realizada pelo Portal 6 com postulantes aos cargos majoritários no estado, o parlamentar deixou claro que seu projeto é para se eleger para outra Casa no Congresso Nacional, não a Câmara dos Deputados.

“Se não for ao Senado, vou pensar se vou à reeleição. Família é uma coisa muito séria. A minha família é totalmente contra eu continuar na política”, disse.

Zacharias Calil disputa a indicação do União Brasil com o colega de Câmara, Delegado Waldir. O último diz que aparece à frente em pesquisas internas e tem apoio de prefeitos.

Se for preterido na convenção da legenda, marcada para 05 de agosto, o médico admite que não deve se candidatar a outro cargo.

“Eu cheguei onde queria chegar como deputado. Trabalhei muito na Câmara. O que eu mais queria era a inauguração do Hospital da Criança e do Adolescente [Hecad], que era um sonho meu como médico. E nós conseguimos”, ressalta.

“Não estou obcecado pelo poder, estou muito desprendido. Não entrego tudo para ser senador. A política precisa de pessoas que estejam ao lado da sociedade”, completou.

O deputado relatou conversas com lideranças do partido, como o secretário-executivo ACM Neto, o presidente Luciano Bivar e o governador Ronaldo Caiado, a quem teria avisado, ainda em 2020, que desejava ir ao Senado. “Nunca tirei essa ideia da minha cabeça”, frisou.

Calil destaca que recebeu anuência de todas as lideranças para que mantivesse seu projeto. De Caiado, ele ouviu que o potencial nas pesquisas decidiria o nome indicado. “O governador disse que quem tiver maior densidade eleitoral vai [disputar o Senado]”, apontou.

Aliado ao bolsonarismo

Levantamentos de sites especializados não colocam Zacharias Calil como um dos parlamentares goianos mais alinhados ao Governo Federal em votações no Congresso. Contudo, ele se diz ao lado do presidente Jair Bolsonaro “em 98% ou 99%” dos projetos.

O campo bolsonarista em Goiás é um dos mais disputados. Wilder Morais (PL), Luiz do Carmo (PSC) e João Campos (Republicanos) são os três pré-candidatos ao Senado que mais penetram nesta corrente.

Todavia, o próprio Delegado Waldir e até mesmo Alexandre Baldy (PP) se colocam como possíveis representantes para o bolsonarismo em Goiás. Calil é mais um que se dispõe a levar esta bandeira.

“Você tem que se posicionar. O Brasil está polarizado. Você é de direita ou esquerda. Eu fico, sim, com Bolsonaro, independente da situação”, reforçou. “Eu sou de direita. Não sou de esquerda”, completou.

Assista à entrevista na íntegra

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.