Homem é abandonado pela família após ser acusado de “guardar o demônio em casa” e não querer mandar embora

Dinheiro chegou a ser oferecido para que a boneca fosse jogada fora, mas o dono dela recusou

Gabriella Licia -
Mike e a boneca ‘endemoniada’ Janet. (Foto: Reprodução)

Um homem tem sofrido diversos problemas familiares após decidir viver com uma boneca, de 119 anos, que, segundo os parentes, seria ‘endemoniada’.

Miki York mora na Inglaterra e explicou ao The Mirror que recebeu a miniatura em 2016, de uma família desesperada, moradora do Texas (EUA).

“Eu sabia que deveria haver algo errado com ela porque a família não queria vendê-la e até pagou para enviá-la para o Reino Unido. Eles realmente queriam se livrar dela.”, contou Miki.

O problema é que os parentes britânicos começaram a sentir coisas horríveis ao se aproximarem da boneca. Dores no peito e desconforto eram as principais queixas.

O ‘ser’ foi batizado como ‘Janet’ e, segundo Miki, o nome surgiu durante um ritual espírita, quando a palavra foi revelada a ele.

“Eu tive amigos, que estavam perto de Janet, que tiveram que se afastar porque começaram a sentir dores no peito e se sentir mal”, desabafou.

A família já ofereceu dinheiro para que ele desse um fim no objeto, mas o homem explica que não consegue finalizar essa história.

“Quando estou trabalhando com Janet, até me sinto mal. Ela não é muito querida e as pessoas a odeiam”, explica ele, que está exausto de ser julgado por “guardar o demônio em casa”.

Veja

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade