Corpo encontrado em córrego de Anápolis era de homem que estava desaparecido

Irmão da vítima publicou nas redes sociais um texto emocionado e pediu que ele virasse um anjo para protegê-lo aqui na terra

Da Redação -
Diogo Marinho da Silva. (Foto: Reprodução)

O corpo encontrado neste sábado (09) no Córrego das Antas, próximo ao Ginásio Internacional Newton de Faria, na região Central de Anápolis, foi reconhecido pela família de Diogo Marinho da Silva, de 32 anos.

O homem estava desaparecido e o caso é investigado pela Polícia Civil (PC). Uma das suspeitas é de que ele tenha sido vítima de agressões antes de ser jogado no local.

Irmão da vítima, Roberto Júnior, publicou nas redes sociais um texto emocionado. “Te amo eternamente, você sempre estará em nossos corações”, disse.

Também destacou que Diogo sempre foi um bom irmão e pediu que ele virasse um anjo para protegê-lo aqui na terra. Informações a respeito do velório e sepultamento não foram compartilhadas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.