Cadastro para o Meu Lote, Minha História começa na segunda-feira (18), anuncia Roberto Naves

Em entrevista ao Portal 6, o prefeito de Anápolis deu posicionamento sobre os critérios de seleção para o programa habitacional

Pedro Hara -
Regras para o programa foram anunciadas em live nas redes sociais. (Foto: Reprodução)

A população de Anápolis interessada em adquirir um lote por meio do programa “Meu Lote, Minha História”, deve ficar atenta.

Em entrevista ao Portal 6, o prefeito Roberto Naves (PP), anunciou que o cadastro para participar no programa habitacional terá início na segunda-feira (18).

“Na segunda-feira (18) nós vamos estar lançando ele [o Meu Lote, Minha História]. Todo o calendário já foi definido, além do sistema e a pontuação que as pessoas vão ter. As pessoas terão um prazo de 30 a 45 dias para se cadastrar e anexar os documentos. O sistema faz o primeiro filtro, levando em consideração as questões socioeconômicas dessa família”, detalhou.

Os critérios de seleção e de prioridade para participar do programa habitacional também foram revelados pelo chefe do Executivo municipal.

“Você é arrimo de família? Tem quantos filhos? Qual a renda percapita dessa casa? Teve imóvel em seu nome nos últimos 48 meses? Já foi beneficiário de algum programa habitacional no país? Nós tivemos todo o cuidado para colocar todas as regras possíveis, porque uma das reclamações que nós ouvimos são que foram destinadas casas para quem não precisava e depois eles fazem comércio disso”.

No projeto original estava previsto que o lote não poderia ser usado para que o beneficiário do programa realizasse financiamentos para a construção do imóvel. Entretanto, a partir do lançamento, a propriedade poderá ser alienada para que a construção seja feita.

“A Prefeitura quando ela doa o lote para a pessoa, ele não poderia ser dado em garantia bancária para tirar um financiamento e construir a casa. Agora, na escritura vai estar escrito que ele pode ser alienado e que a pessoa pode usar o lote de garantia para buscar recurso e construir a casa”, explicou.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.