Obras da Praça Cívica empacam e ‘danificam’ um dos maiores cartões-postais de Goiânia

Ao Portal 6, a Secretaria de Infraestrutura de Goiânia diz que problemas que travaram o cronograma foram superados e estima novo prazo

Emilly Viana -
Obra deveria durar 75 dias, mas trabalhos seguem após um ano. (Foto: Emilly Viana / Portal 6)

As intervenções na Praça Cívica para as obras do BRT Norte-Sul, em Goiânia, tiveram início em julho do ano passado com a promessa de entrega em 75 dias, ou seja, ainda em outubro de 2021. Desde então, foram programadas três novas datas para a conclusão, que não foram cumpridas.

Inicialmente, entre os motivos citados pela Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (Seinfra) para a não efetivação dos prazos estava a demora na autorização por parte do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que ocorreu três meses após o começo da obra. O período chuvoso, em 2021, também foi uma das justificativas dadas pela gestão para que o fim da obra fosse transferida para março deste ano.

Em abril, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) chegou a dizer durante a prestação de contas aos vereadores na Câmara Municipal que finalizaria os trabalhos na região até o fim daquele mês. Porém, à época, nem a execução do pavimento rígido do BRT havia sido construída.

Mais recentemente, o titular da Seinfra, Emerson Schmaltz, declarou que a conclusão se daria em junho. Logo depois, alegou que houve atraso por necessidade de remanejamento de uma adutora, trabalho que seria realizado em conjunto com a Companhia Saneamento de Goiás (Saneago).

Ao Portal 6, a pasta informa que a Saneago concluiu o serviço que restava e que foi feito o pavimento rígido de concreto do corredor de ônibus. Em nota, a secretaria destaca que, atualmente, 45 profissionais trabalham na execução dos canteiros centrais e encabeçamento da pista do pavimento rígido com o flexível.

Além disso, resta a construção das calçadas acessíveis e quatro estações de embarque e desembarque para que a Praça Cívica seja finalmente entregue. O quinto prazo definido para a conclusão, de acordo com a gestão, é setembro deste ano.

Trânsito 

Em junho, o remanejamento de uma tubulação de água bloqueou o cruzamento da Avenida 84 com a Rua 82 no local, e o trânsito na região precisou ser alterado. O período de finalização dos trabalhos para a retomada do tráfego do tráfego foi de 30 dias, para 20 de julho.

Porém, segundo nova estimativa da pasta, a via deve ser liberada até o fim do mês. A previsão é do consórcio construtor responsável pelas obras.

Até lá, os motoristas devem continuar utilizando as rotas alternativas, como o ‘terceiro anel’, na Rua 94, criado em julho de 2021 pela secretaria.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.