Anapolinos descontentes com o próprio nome já podem trocá-lo no cartório

Lei aprovada no mês passado garante maior flexibilidade para alterações e está valendo também em Anápolis

Aglys Nadielle -
Cartórios de Anápolis já se adaptaram à nova lei. (Foto: Reprodução/Cartório No Brasil)

Trocar de nome em Anápolis se tornou mais fácil, desde a última alteração na Lei de Registros Públicos, promulgada em junho. Quem não gosta do registro, pode procurar um cartório e não precisa abrir processo judicial.

A retirada ou adição de sobrenome do cônjuge está entre as novas liberalidades. O cidadão também pode fazer alterações no primeiro título.

Consultados pelo Portal 6, os principais cartórios de Anápolis confirmaram que já se adaptaram à nova lei e flexibilizam a troca de nome.

Há, porém, exceções. Os sobrenomes de família não podem sofrer mexida. Contudo, os representantes cartorários garantiram que as alterações, desde que se enquadrem nas exigências legais, são realizadas.

Anteriormente, o indivíduo precisava ter 19 anos e procurar a Justiça e fazer a troca de nome. Agora, qualquer pessoa com mais de 18 anos pode ir diretamente ao cartório.

Outra mudança foi para os bebês recém-nascidos. Os pais da criança têm até 15 dias após o registro para ‘voltar atrás’, em caso de desacordo sobre o nome.

Como fazer?

Os interessados em fazer alteração no próprio nome devem se dirigir a um Cartório de Registro Civil com os documentos pessoais e dar entrada no procedimento. A ação possui um custo tabelado por lei, que será informado na unidade.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade