Novo RG Nacional tem prazo prorrogado; saiba quais estados já adotaram além de Goiás

Documentação terá validade internacional e tornará obsoleto o Registro Geral, passando a utilizar apenas o número do CPF

Samuel Leão Samuel Leão -
Nova Carteira de Identidade. (Foto: Divulgação/Receita Federal)

O prazo estipulado pelo Governo Federal para a emissão da nova carteira de identidade era para março deste ano, contudo devido à apenas 11 estados, incluindo Goiás, estarem aptos para a atualização, prorrogou-se a mudança para novembro. O novo documento promete ser válido fora do país.

Os estados que já adaptaram-se são Goiás, Acre, Alagoas, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

A alteração foi pensada para evitar fraudes, pois atualmente é possível emitir um Registro Geral (RG) em cada estado, além do próprio Cadastro de Pessoa Física (CPF), o que daria brecha para um indivíduo ter até 27 identidades.

O novo documento  já havia foi emitido por 200 mil pessoas e outras 175 mil já fizeram o download da versão digital, pelo aplicativo GOV.BR. Ambas as versões são aceitas igualmente. Já o prazo de validade varia de acordo com a idade da pessoa.

Para crianças de até 11 anos, a validade é de 5 anos. Para aqueles entre 12 e 59 anos, já vale por 10 anos. A partir dos 60, a validade é indeterminada e a emissão se torna opcional.

Além disso, segundo dados do Governo Federal, a novidade contará com o sistema Machine Readable Zone (MRZ), o mesmo emissor do código presente em passaportes e válido em todo o território internacional.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.