6 profissões que eram comuns na década de 80 e deixaram de existir

Elas acabaram sendo transformadas ou extintas pelas mudanças tecnológicas e sociais que o mundo acabou passando.

Magno Oliver Magno Oliver -
6 profissões que eram comuns na década de 80 e deixaram de existir
(Foto: Captura de Tela / Youtube / Canal Aprendizado a Mil)

Existem algumas profissões que eram muito comuns na década de 80 e, hoje em dia, acabaram deixando de existir por diversos fatores.

Muita gente não parou para refletir, mas o panorama profissional passou por mudanças significativas desde os vibrantes anos 80 aos dias atuais.

Assim, profissões que outrora eram comuns e desempenhavam papéis importantes na sociedade foram gradualmente substituídas por avanços tecnológicos e transformações econômicas.

Algumas dessas ocupações que, embora tenham sido proeminentes em décadas passadas, agora são praticamente extintas ou reconfiguradas.

Dessa forma, acabaram refletindo a evolução do mercado de trabalho e das necessidades do mundo contemporâneo.

Em sentimento de nostalgia e curiosidade, separamos para você algumas delas que eram sucesso lá nos finados anos 80. Confira:

6 profissões que eram comuns na década de 80 e deixaram de existir

1. Datilógrafo(a)

Com o aumento da produção de computadores e a popularização dos teclados eletrônicos, a demanda por datilógrafos declinou rapidamente, tornando, assim, essa profissão uma relíquia do passado.

2. Telefonista

Antes da automação dos sistemas telefônicos, as telefonistas desempenhavam um papel crucial na conexão de chamadas e na prestação de informações. No entanto, com o avanço da tecnologia, essa função foi substituída por sistemas automatizados e inteligências artificiais.

3. Revelador de fotos

Com a popularização das câmeras digitais e dos smartphones, a necessidade de revelação de fotos em laboratórios tradicionais diminuiu drasticamente, levando ao declínio dessa profissão. Assim, hoje em dia ainda há quem precise do serviço, porém com muita raridade de procura e demanda.

4. Operador de Mimeógrafo

Um mimeógrafo é uma máquina de reprodução que utiliza um processo de estêncil para produzir cópias de documentos.

O profissional pressionava a tinta, através de um estêncil perfurado, criando cópias em papel com rapidez e eficiência. Assim, era amplamente utilizado antes da popularização de fotocopiadoras e impressoras digitais.

5. Operador(a) de vídeo cassete

Nos anos 80, os vídeos cassete eram uma forma popular de entretenimento doméstico, e os operadores eram responsáveis pela reprodução e manutenção desses dispositivos.

Dessa forma, com o surgimento de mídias digitais e serviços de streaming, essa profissão se tornou obsoleta. Até mesmo as locadoras e os atendentes foram perdendo espaço no mercado de trabalho.

6. Carteiro(a) de bicicleta

Por fim, antes da era da internet e do e-mail, os carteiros entregavam correspondências e encomendas de bicicleta.

No entanto, com o declínio do volume de correspondências físicas, essa forma de entrega se tornou menos comum, sendo substituída por veículos motorizados ou até mesmo drones em algumas regiões.

Siga o Portal 6 no Instagram: @portal6noticias e fique por dentro de todas as novidades!

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade
PublicidadePublicidade