Japão: Cidade em alerta após gato cair em líquido tóxico e sair pelas ruas

Imagens de câmeras de vigilância registraram o animal fugindo após cair em um tanque de produtos químicos na fábrica Nomura Plating em Fukuyama

Folhapress Folhapress -
Gatinho foi flagrado por câmeras de segurança. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Moradores de uma cidade japonesa foram alertados ontem para manter distância de um gato que invadiu uma fábrica e caiu em um tanque de produtos químicos tóxicos.

Imagens de câmeras de vigilância registraram o gato fugindo após cair em um tanque de produtos químicos na fábrica Nomura Plating em Fukuyama, no Japão.

Pequenas pegadas cor de ferrugem foram vistas no chão da fábrica depois que o felino fugiu e os moradores foram orientados a manter distância e alertar as autoridades se avistarem o animal. Um membro da equipe encontrou as marcas quando chegou ontem para trabalhar na fábrica, segundo o site de notícias Asahi.

O gato pode se comportar de maneira estranha, por carregar substâncias químicas cancerígenas em seu corpo e em seu pelo. O tanque continha cromo hexavalente em estado líquido, que causa irritação na pele, problemas respiratórios e até cegueira.

O paradeiro do felino é atualmente desconhecido. No entanto, a equipe ambiental da cidade de Fukuyama disse que o animal já pode ter morrido devido aos ferimentos.

A Nomura Plating Factory disse que uma parte da capa que cobria o tanque de produtos químicos foi “virada”. Não houve relatos de avistamentos do gato desde que ele fugiu.

A substância se apresenta na forma de flocos sólidos ou pó, cor vermelho-escura, sem odor, sendo bastante solúvel em água. O ácido crômico, como também é conhecido o cromo hexavalente, é usado em tratamento de superfícies metálicas, madeira, produção de mídia magnética e ainda na obtenção de potássio e dicromato de amônio.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade