Aeroporto de Brasília é palco da prisão de ex-gerente de banco em Goiás que ostentava vida de luxo roubando cliente

Ele teria subtraído cerca de R$ 190 mil da conta de um cliente, se aproveitando da posição dentro da instituição financeira

Samuel Leão Samuel Leão -
Polícia Civil realiza prisão no aeroporto de Brasília. (Foto: Divulgação/PC)

Após “fazer a festa”, ostentando uma vida de luxo com o dinheiro de um correntista que mora no exterior, o ex-gerente de um banco privado foi preso preventivamente, no Aeroporto Internacional de Brasília, nesta sexta-feira (21). A ação fez parte da Operação Cash Back 2ª fase.

Segundo as investigações, ele teria subtraído cerca de R$ 190 mil da conta de um cliente, se aproveitando da posição dentro da instituição financeira. Ele trabalhava em uma unidade de Goianira.

Os mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva foram cumpridos pela Delegacia de Polícia de Aruanã, ainda na segunda-feira (17), no entanto, ele não se encontrava na agência.

Durante o cumprimento dos mandados, ainda foram encontrados dois cartões em nome do investigado, além de serem colhidas informações sobre o suspeito.

Ele teria sido desligado do banco ainda no mês de maio, e foi interceptado quando voltava de uma viagem ao exterior. Há a hipótese de que esse passeio teria sido pago com o dinheiro desviado.

Portanto, foi realizada a prisão preventiva, deferida pelo Poder Judiciário. Agora, as investigações continuam, de modo a apurar a possibilidade de furto de valores de outros clientes.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.