Membros de torcida organizada são condenados por tentarem matar adolescentes em Goiânia

Suspeitos ainda foram punidos por roubo, após tomarem camisetas de vítimas, que torcem para time rival

Da Redação Da Redação -
Câmeras de segurança registraram o caso. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) condenou três membros de uma torcida organizada a cumprirem penas que variam de quatro a 16 anos de prisão pelos crimes de tentativa de homicídio e roubo, praticados em 2021, após um jogo de futebol em Goiânia.

Inicialmente, 12 pessoas eram investigadas, mas o juiz Jesseir Coelho de Alcântara, responsável pelo caso, liberou nove delas, incriminando apenas o trio.

Vanderlei Alves dos Santos Júnior foi sentenciado a 16 anos de detenção por duas tentativas de homicídio e roubo, enquanto Cleuton dos Santos Araújo e Tahylná Alves Porte de Oliveira foram punidos com quatro anos de reclusão e 10 dias-multa cada um, somente pelo delito de roubo.

O grupo, que foi denunciado em setembro de 2021 pelo promotor de Justiça Cláudio Braga Lima, do Ministério Público de Goiás (MPGO), foi condenado por um Tribunal do Júri de Goiânia.

 

Relembre o caso

Os indivíduos se envolveram em um crime em abril de 2021, quando, após uma partida, eles saíram em três carros pela capital com a intenção de agredir torcedores rivais e roubar as camisetas deles para mostrar a força da torcida.

Após algum tempo dirigindo, Vanderlei, um dos acusados, avistou dois adolescentes que usavam as vestes do time adversário. Ele então jogou o carro sobre a calçada, atropelando os menores, sendo que um deles foi arremessado para a frente do veículo, enquanto o outro caiu na calçada ao lado.

Após isso, outro réu, Cleuton, desceu do carro, os cercou e, juntamente com outras pessoas, roubou a camiseta.

Ainda no mesmo dia, mas em outro ponto do bairro, Tahylná avistou uma adolescente com a roupa do time rival. Ela desceu do carro, sacou uma arma e ameaçou a garota, obrigando-a a entregar a camiseta e ficar apenas de sutiã no meio da rua.

Câmeras de segurança da região registraram ação dos criminosos, realizada em plena luz do dia.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.