Portal 6

Rescumo Escrava Mãe – Segunda 21/11/2016

Chega o dia do julgamento de Miguel e Guilherme o orienta e diz já saber como agir para livrá-lo. Maria Isabel conversa com Sapião e Guiné entra e diz que fez tudo como combinado e não percebe que Sapião está ali e vai pra cima de Guiné. Beatrice tem uma espécie de surto e vai para o tanque só de camisola. Zé Leão, Tito Pardo e Dr. Pacheco se aproximam e tentam tirá-la de lá antes que a vila inteira a veja naquela situação. Beatrice não aceita e diz que foi Custódio quem mandou eles até ela e joga água neles. Tia Joaquina e Sapião conversam sobre o fato de Juliana dormir tanto.

Sapião mostra para Tia Joaquina a moringa que estava ao lado de Juliana e que tem algumas ervas dentro que fazem dormir. Eles concluem que foi Maria Isabel que mandou o Guiné dar esta água para Juliana. Tozé e Rebeca estão preocupados por não encontrarem a carta de alforria. Felipa está revoltada com o que fizeram com Genésio e pede que Quintiliano tome uma atitude. Teresa diz para Irani que quer que seu filho venha ao mundo por suas mãos. Batem na porta e Maria Isabel entra querendo falar com Teresa. Beatrice está dentro da fonte e Dr. Pacheco, Urraca e Zé Leão tentam de todas as formas tirá-la de lá. Ninguém consegue. Tito Pardo fala delicadamente com Beatrice e estende a mão para tirá-la da água. Beatrice o reconhece e sai da água tremendo de frio. Catarina e Quintiliano olham para Genésio que está deitado e desacordado. Catarina diz que um escravo sem mão é um custo para o senhor, mas Quintiliano diz que Genésio não é um escravo qualquer e terá o seu apoio. Miguel aguarda o julgamento.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.