Um dos alunos mortos em atentado de Goiânia levou desodorante para zombar do colega

Autor dos disparos cursa o 8º ano e era chamado de "fedorento" no colégio

Da Redação -

Um dos alunos mortos pelos disparos do jovem de 14 anos no Colégio Goyases, no início da tarde desta sexta-feira (21), em Goiânia, levou um desodorante para praticar bullying com o colega. O rapaz avisou no dia anterior que levaria o objeto.

O autor dos disparos cursa o 8º ano e era chamado de “fedorento” pelos outros estudantes. Filho de militares, a arma usada no atentado, uma pistola ponto 40, pertence ao pai.

Um dos alunos da turma disse em entrevista à TV Anhanguera que presenciou o momento em que o garoto fez os disparos.

PublicidadePublicidade

“Foi na minha sala quando deu o horário [de saída] ele sacou e começou a atirar em todo mundo. Ele mirou em mim, mas não conseguiu”, relatou.

Conforme o  Corpo de Bombeiros, cinco viaturas da corporação foram acionadas por volta de 12h. As mortes foram confirmadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Um  helicóptero do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer)se deslocou ao local para socorrer uma estudante com o quadro mais grave.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.