Segov e Regional sequer sabem os colégios de alunos que vão para os EUA

Prestes a viajar para outro país, listas com beneficiados apresentam informações omissas e desencontradas

Carlos Henrique -

No próximo dia 17 mais de 120 alunos da rede pública estadual de ensino embarcarão para uma viagem de quatro semanas aos Estados Unidos, através do Goiás Sem Fronteiras – programa de intercâmbio inspirado no Ciências Sem Fronteiras do governo Dilma Rousseff.

A viagem, segundo o Governo de Goiás, servirá para elevar o nível de proficiência do inglês, impulsionar o potencial de liderança, ampliar o conhecimento e a experiência cultural e oferecer a experiência em um campus universitário americano.

Porém, o próprio Governo poderá encontrar dificuldades antes mesmo de enviar os estudantes para a empreitada. É que tanto a  Secretaria de Governo (Segov), que administra os recursos que financia o programa, quanto a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), não dispõe de todas as informações básicas sobre os participantes.

PublicidadePublicidade

Na primeira lista de chamada divulgada pelo Instituto Brasileiro de Educação (IBRAE), organização social que selecionou os estudantes, consta basicamente o nome da cidade e dos alunos contemplados. Nas publicações seguintes só há o nome, matrícula e pontuação atingida por cada um deles. Informações como idade e colégio foram omitidas.

Informações desencontradas

O Portal 6 fez várias comparações com os nomes mencionados como sendo de Anápolis. Na lista aparecem um total de 19 estudantes do município. Um deles consta como desistente na fase final preliminar, mas aparece como apto para viagem no resultado final definitivo.

Para esclarecer essa e outras informações desencontras, desde o dia 30 de outubro a reportagem do Portal 6 tenta obter junto à Coordenação Regional da Seduce em Anápolis os dados omissos nas listas do IBRAE.

Outras seguidas tentativas para obter mais detalhes da seleção foram feitas junto à Superintendência da Juventude da Segov. Porém, nenhum dos dois órgãos conseguiram o material até o momento desta publicação.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.