Portal 6

Sequestro de empresário pode ter sido comandado de dentro do presídio

(Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Policia acredita que a execução dele estaria bem próxima, mas conseguiu resgatá-lo antes

A Polícia Civil anunciou nesta quarta-feira (18) que o responsável pelo sequestro do empresário Carlos Roberto Martins, ocorrido no último domingo (15), pode estar no presídio de Anápolis. As suspeitas é que o crime vinha sendo organizado há três meses.

A polícia crê ainda que até 12 pessoas estejam envolvidas no caso, mas até o momento, apenas dois jovens de 18 e 26 anos foram presos. Outros seis também estão sob investigação.

O delegado Kleyton Manoel está à frente do caso e disse ao G1 que um informante levantou dados e fotografou a casa da família para repassar ao ‘chefe’ da quadrilha, que é do sistema prisional de Anápolis ou mora aos redores da unidade.

“Esse informante disse que a vítima teria R$ 400 mil referentes à venda de um imóvel há seis meses. Com isso, esse ‘coordenador’ chamou um dos presos para que ele contratasse outras pessoas e fosse cometer o roubo”, relatou.

Segundo o delegado, a ordem de sequestro só foi dada depois que os criminosos abordaram o empresário e não encontraram o dinheiro.

Em tempo

Carlos Roberto Martins foi sequestrado em Petrolina de Goiás, a 70km de Anápolis. Ele estava chegando em casa juntamente com a esposa e a filha quando foi capturado.

Enquanto um dos homens amarraram as mãos da mulher, o empresário foi levado pelos criminosos até a loja dele de eletrodomésticos, onde foram roubados vários produtos, levados em um caminhão.

A vítima foi encontrada na terça-feira (17), em Águas Lindas, através da localização do veículo, que atolou e foi abandonado.

Ele e os dois suspeitos que o mantinham refém, e que já estão presos, foram vistos pelos agentes no exato momento em que levavam Carlos Roberto para o matagal, onde ele provavelmente seria executado.

“Esse é um procedimento para execução da vítima. Eles deixaram um local seguro, armados, e iriam para o mato. Então tudo leva a crer que eles matariam o empresário”, explicou o delegado.

Os dois rapazes já presos deverão responder por roubo, sequestro e organização criminosa. Ambos têm antecedentes por tráfico de drogas, roubo e homicídio.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.