PublicidadePublicidade

Polícia Civil vai investigar possível estupro de criança de três anos em Anápolis

Mãe dizia apenas que a criança estava com assaduras, porém, durante um banho a garotinha contou tudo

Da Redação Da Redação -

Será encaminhado nesta segunda-feira (18) um triste caso para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Anápolis investigar.

É que neste final de semana o pai de uma garotinha de três anos, que mora no bairro Bom Sucesso, compareceu à Central de Flagrantes da Polícia Civil para denunciar que a filha estava sendo estuprada pelo avô materno.

Há dois anos o pai é separado da mãe da criança e a leva para casa aos sábados e domingos. Já de um tempo a menina se queixava de dor na genitália. Porém, a mãe dizia apenas que ela estava com assaduras.

PublicidadePublicidade

Desta vez, ao ser banhada pela madrasta, a garotinha contou tudo e o pai decidiu não ficar calado.

A criança já foi submetida a um exame médico no Hospital Municipal Jamel Cecílio para comprovar a violação íntima.

Se confirmado o crime, o autor pode pegar de oito a 15 anos de prisão em regime fechado.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade