PublicidadePublicidade

Por vingança, adolescente monta gangue e tortura garotas inocentes em Goiás

Elas tiveram os cabelos cortados e queimaduras, levaram golpes de facão, pauladas e uma ainda saiu com fratura nos dois braços

Da Redação Da Redação -
PublicidadePublicidade

Um adolescente de 17 anos foi apreendido em Valparaíso de Goiás, a 135 km de Anápolis, suspeito de torturar duas meninas de 15 e 18 anos, no último sábado (23).

Segundo a Polícia Civil, ele estava tentando encontrar um rapaz que seria culpado pelo assassinato de um amigo. Esse jovem é irmão e ex-namorado das vítimas, respectivamente.

Ao G1, o delegado Cássius Zamó contou que o menor e outros sete comparsas foram até a residência das garotas e perguntaram pelo rapaz. Em resposta, elas afirmaram que não sabiam de nada.

PublicidadePublicidade

Não satisfeitos, eles voltaram momentos depois e invadiram o local. As garotas reafirmaram não ter nenhuma informação e passaram a ser torturadas pelo grupo.

“Eles trancaram as duas na casa e começaram a espancá-las. Primeiro, pegaram facas e cortaram os cabelos delas. Depois, deram golpes com facão nas pernas, costas, peito e braços delas. Em seguida, esquentaram as facas e queimaram as garotas. Por fim, eles deram pauladas e fraturaram os dois braços da mais nova”, relatou o delegado.

Em determinado momento, a ex-namorada disse que levaria o grupo para se encontrar com ele e saiu da casa acompanhada de seis homens. Posteriormente, ela disse à polícia que não sabia onde o rapaz estava, mas que já não aguentava mais apanhar.

Assim que saíram, a garota mais nova ficou sendo vigiada pelo adolescente e outro jovem. Ela então aproveitou um momento em que os dois se distraíram para pular o muro e pedir socorro à vizinha, que chamou a polícia.

Após os agentes chegaram, os suspeitos já não estavam mais no local, mas a vítima conhecia o menor e informou onde ele morava.

“Nós fomos até o local, mas não encontramos ninguém. Porém, no imóvel havia vários produtos roubados na casa das vítimas, como celular e uma televisão. Além disso, foram localizados porções de maconha e crack”, disse Cássius Zamó.

Quando os policiais estavam deixando a casa, o adolescente chegou em uma moto e imediatamente empreendeu fuga. No entanto, foi perseguido e capturado. Os comparsas não foram localizados.

Conforme o delegado, o crime no qual eles queriam se vingar aconteceu há um mês, mas as investigações mostram que o rapaz que estava sendo procurado pelo grupo não tem nenhuma relação com ele.

Devido a isso, o menor foi autuado em flagrante por ato infracional análogo à tortura, roubo e tráfico de drogas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade