Anápolis é alvo de operação contra quem compartilha pornografia infantil

Força-tarefa cumpre 51 mandados de busca e apreensão para prisão em flagrante dos investigados

Da Redação -

Foi deflagrada na manhã desta terça-feira (09) pela Polícia Civil do Estado de Goiás, sob a coordenação da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos, a Operação Meu Zeloso Guardador.

A força-tarefa cumpre 51 mandados de busca e apreensão visando a prisão em flagrante de investigados que compartilham imagens pornográficas infantis pela internet.

Os mandados, que são cumpridos em quinze cidades goianas, também tem Anápolis como alvo.

A execução da Meu Zeloso Guardador é feita por 280 Policiais Civis.

Além de Anápolis, as cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Bela Vista, Senador Canedo, Trindade, Inhumas, Pirenópolis, Caturaí, Itumbiara, Planaltina de Goiás, Rio Verde, Jataí, Cidade de Goiás, Mozarlândia e Aruanã estão inclusas na operação.

A investigação Policial Civil durou quatro meses. Mais de 100 mil arquivos foram analisados, permitindo identificar aqueles internautas que mais compartilham imagens pornográficas infanto-juvenil.

“Esta data foi escolhida por marcar a semana de comemoração ao Dia das Crianças, na qual a Polícia Civil ressalta a necessidade de proteção daqueles que são explorados sexualmente, sendo que os usuários da Internet que compartilham material pornográfico infantil são verdadeiros incentivadores dos abusos sexuais que sofrem essas pequenas e indefesas vítimas”, informam.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.