PublicidadePublicidade

Detalhes sobre o sequestro relâmpago do motorista de aplicativo em Anápolis

Wanderson andou por 05h a pé até chegar na cidade e conseguir entrar em contato com a família

Da Redação Da Redação -

O 8º Departamento de Polícia de Goiânia está responsável pela investigação do caso do motorista Wanderson Nascimento Cavalcante, de 28 anos, localizado no final da tarde desta terça-feira (16) após aceitar um dia antes uma viagem de Goiânia para Anápolis fora dos aplicativos de transportes.

Conforme o relato da vítima à Polícia Civil, os dois homens que estavam como passageiro anunciaram o assalto quando chegaram em Anápolis. Wanderson foi obrigado a ir em uma agência bancária para sacar dinheiro e entregar aos bandidos.

Em seguida, ele foi deixado em uma estrada vicinal, já próximo à Gameleira de Goiás. Quando conseguiu sair do local, o rapaz andou por volta de 05h a pé até chegar em Anápolis e conseguir entrar em contato com a família.

PublicidadePublicidade

Pelo telefone, Wanderson disse que estava bem e chorava muito.

A Polícia Militar conseguiu localizar o carro, HB-20 alugado, próximo do município de Silvânia, onde os assaltantes abandonaram o veículo.

Karla Fernandes, delegada do 8º DP da capital, disse à TV Anhanguera que o caso deve ser enquadrado como roubo qualificado e sequestro relâmpago.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade