PublicidadePublicidade

O que aconteceu com a criança que fugiu de Abadiânia e foi resgatada pela PRF na BR 060

Conselho Tutelar falou sobre o passado do menino e comentou denúncia de agressões

Da Redação -

O Conselho Tutelar de Abadiânia já está apurando a fuga de um menino de 12 anos que foi encontrado arrastando uma bicicleta na BR 060, no sentido Anápolis, na noite do último domingo (16).

Conforme o órgão, a criança tem fama de ‘sapeca’, já possui um histórico e recebe acompanhamento e visitas desde 2016.

“Nós já encaminhamos o caso dele para o Ministério Público, pois acompanhávamos a história antes e agora ele fugiu de casa do nada e sem motivo nenhum. Na casa onde ele mora tem muitos gatos e a tia pensou que fosse um dos animais fazendo barulho durante a noite, mas era ele abrindo o portão”, explicou a conselheira Maria Aparecida Ferreira.

Ao contrário do que alegou quando foi localizado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), o garoto não mora com o pai e a tia. Na verdade, segundo a conselheira, a tia tem a guarda juntamente com a avó e o pai ajuda com questões financeiras.

“Ele estuda direitinho, o pai paga a escola particular e cuida de outras despesas. A tia dele o pegou para criar porque a mãe não tinha condições e não teria como ele ficar na casa do pai também. Sabemos que ele não sofre nenhuma agressão e que os relatos dele para os policiais não procedem”, afirmou.

O Conselho Tutelar não informou ao Portal 6 o porquê de os pais não poderem ficar com a guarda do menino.

Em tempo

O garoto tentou fugir de casa na noite de domingo (16) e só foi localizado pela PRF porque câmeras de segurança da Triunfo Concebra flagraram o momento em que ele andava sozinho pelo acostamento da pista.

Quando foi parado pelos policiais, afirmou ter sido abandonado pela mãe quando tinha apenas um ano idade e que vivia em situação de violência na casa em que morava com o pai e uma tia paterna.

Viajando sem documentos pessoais, o menino carregava uma mochila com um par de roupas, cobertor e uma garrafa com água. Após ser alimentado, o Conselho Tutelar foi acionado e a criança encaminhada à cidade de Abadiânia.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.