Portal 6

Vídeos expondo adolescentes e jovens de Anápolis podem virar caso de Polícia

(Captura/Twitter)

Imagens estão repercutindo fortemente nas redes sociais. Especialista explica como vítimas devem se defender

Viraliza nas redes sociais desde a tarde de sexta-feira (08) uma série vídeos ofensivos com fotos de vários adolescentes e jovens de Anápolis.

Os registros objetivam selecionar pessoas com um mesmo ‘esteriótipo’. Em alguns casos, as imagens até exaltam a beleza, mas a grande maioria se trata de ataques gratuitos com palavras de baixo calão.

O assunto repercute principalmente no Twitter. No microblog, usuários não só criticam a iniciativa, como também afirmam ter encontrado fotos de menores nus em meio as publicações.

(Captura/Twitter)

Presidente da Comissão de Direitos Digitais da OAB Anápolis, Robinson de Castro Pereira explicou ao Portal 6 que essa situação pode acarretar desde uma indenização por danos morais até avançar na esfera criminal.

“A divulgação de qualquer imagem acompanhada de palavras ofensivas vai ser considerada um ato criminoso e a pessoa pode ser penalizada. Quem divulga inicialmente as imagens é o principal responsável, mas as pessoas que também repassam podem ser responsabilizadas pelo conteúdo”, afirmou.

Conforme o advogado, muitos ainda acreditam no anonimato e impunidade da internet, mas qualquer pessoa lesada deve denunciar o caso à polícia e apresentar o máximo de provas para a apuração do caso.

“As vítimas precisam entender que existem formas de se proteger e retirar o máximo possível do conteúdo do ar. A divulgação desses conteúdos sem autorização, principalmente que tenha nudez, é crime grave”, ponderou.

“A orientação é ir até a delegacia com links, relatos e prints de tela, até porque as postagens podem ser apagadas e o autor negar tudo. Com certeza vai ser feito um Boletim de Ocorrência e os responsáveis vão ser procurados. Caso sejam menores, os responsáveis também terão que responder pelo que aconteceu”, reforçou Robinson.

Procurada pela reportagem do Portal 6, a Polícia Civil informou que nenhuma ocorrência relacionada a crimes cibernéticos foi registrada na Central de Flagrantes nas últimas horas.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.