Portal 6

Jovem denuncia ter sido abusada por vigilante na saída da igreja em Anápolis

(Foto: Divulgação)

Suspeito ainda se fez de desentendido, mas objetos encontrados com ele pioraram a situação

Para a maioria dos anapolinos, a sexta-feira (19) foi um dia santo e muitas famílias aproveitaram para se reuniram e dar início às celebrações da Páscoa.

A mesma intenção tinha uma jovem de 29 anos, que acabou indo buscar ajuda na Central de Flagrantes alegando ter sido abusada sexualmente ao sair de uma igreja católica, no bairro Jundiaí.

Segundo a Polícia Militar, a vítima estava na porta do templo quando um funcionário da segurança, identificado apenas por Miguel, de 26 anos, ofereceu uma carona, dizendo que a deixaria no Centro.

Apreciando o bom gesto, a jovem entrou no carro e acabou sendo levada para fora da cidade. Em determinado momento, Miguel parou o carro e tirou o colete de trabalho, mandando que ela ficasse quieta, se não a deixaria sozinha ali.

A vítima, temendo que o pior acontecesse, obedeceu e foi obrigada a segurar as partes íntimas do vigilante enquanto ouvia palavras de baixo calão. Ela ainda pediu para ir embora, mas Miguel disse que lhe daria um tiro no rosto.

Depois dos abusos, eles voltaram à cidade e, quando passavam em frente à igreja, a vítima gritou e foi ouvida por outro segurança, que chamou a viatura.

Enquanto ela relatava tudo aos agentes, Miguel ainda apareceu no local em uma moto e perguntou o que estava acontecendo. Foi realizada uma abordagem e os policiais encontraram com ele uma faca e 12 munições de calibre 38.

(Foto: Divulgação)

Dada a voz de prisão, Miguel ainda ameaçou os policiais. Ele foi encaminhado à Central de Flagrantes, autuado por estupro e está à disposição da Justiça.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.