Portal 6

Idosa de Anápolis queria levar adolescente para o mau caminho e a polícia descobriu

(Foto: Divulgação)

Ela já havia sido presa por motivo semelhante em abril, mas surpreendentemente estava em liberdade

Dona Wera Lúcia da Silva Peixoto já se tornou uma velha conhecida do Grupo Especial de Repressão à Narcóticos (Genarc) de Anápolis.

Na noite desta quarta-feira (17), a idosa foi novamente presa pelos agentes na Vila João Luiz de Oliveira, na região Central da cidade.

E o motivo foi o mesmo: a comercialização de pedras de crack na pracinha do pequeno bairro. Desta vez, no entanto, ela utilizava-se de uma adolescente, de 14 anos, como forma de despistar os agentes.

Segundo a Polícia Civil (PC), Dona Wera guardava a droga na própria residência e a garota era incumbida de fazer as entregas para a clientela.

Conduzida até à Central de Flagrantes, a senhora foi novamente autuada e se complicará ainda mais com a Justiça.

Relembre

Em abril deste ano, Dona Wera foi pega pela Genarc com um total de 74 pedras de craque e conseguiu responder o processo em liberdade.

Descoberta a razão dessa idosa ser frequentadora assídua de pracinha em Anápolis

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.