PublicidadePublicidade

Jovem de Anápolis que morreu na Bélgica queria mudar de vida e ajudar a família

Campanha está sendo realizada nas redes sociais para pagar o translado do corpo do rapaz

Rafaella Soares Rafaella Soares -

Sonhador, animado, carinhoso e sorridente. É dessa maneira que Igor Victor Oliveira será sempre lembrado por amigos e familiares, que agora sofrem e lamentam a morte tão prematura do jovem, de apenas 24 anos.

Morador do Recanto do Sol, bairro da região Nordeste de Anápolis, o rapaz precisou trancar a faculdade de Direito, em Goiânia, pois não conseguia arrumar emprego para arcar com as mensalidades. No entanto, estava obstinado a mudar a vida da família e há um mês voou em direção à Bruxelas, na Bélgica, para trabalhar.

As dores de cabeça surgiram desde o momento em que ele chegou no novo país. Em uma consulta médica, o diagnóstico foi de sinusite, mas nenhum remédio foi capaz de amenizar o mal estar de Igor.

PublicidadePublicidade

Logo vieram as convulsões e o jovem teve de ser internado em um outro hospital, onde foi diagnosticado com meningite. Enquanto isso, a família estava a todo tempo muito preocupada pois nenhum conhecido estava perto dele para ajudar.

Na última segunda-feira (09), a notícia que ninguém esperava chegou: Igor sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e a equipe médica declarou a morte cerebral. Já na madrugada desta quinta-feira (12), o coração também parou de bater.

“Estava muito difícil porque o hospital não atendia número do Brasil. Tivemos que arrumar uma pessoa de fora para ficar ligando lá e o horário não batia. Cada hora era uma informação diferente. Então conseguimos uma passagem para minha prima, irmã dele. Ela saiu na quarta-feira (11) e chegou ontem. Depois que ela chegou, ele morreu em 20 minutos”, contou Mayara Oliveira, prima de Igor, ao Portal 6.

Nas redes sociais, são muitas as pessoas que estão deixando homenagens ao rapaz, reforçando que ele era muito honesto, trabalhador e deixará muitas saudades.

Mesmo com tanto apoio e condolências, o martírio da família se agravou ainda mais quando souberam que custaria R$ 50 mil para fazer o translado do corpo de Igor. Sem condições financeiras, a única alternativa foi criar uma campanha virtual para tentar arrecadar o valor.

Os interessados em ajudar os entes queridos a se despedirem de Igor podem fazer a doação pelo link da Vakinha Online ou diretamente pela conta do pai do jovem, Irovan Rodrigues Alves, agência 0208, conta corrente 21618, Banco Itaú.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade