Estudante de medicina que morreu em Maceió é enterrado em Anápolis

Jovem tinha apenas 26 anos e família precisou fazer campanha para custear o translado do corpo

Avatar Rafaella Soares -
PublicidadePublicidade

Sorridente, bom filho e muito companheiro. Essas são as principais qualidades que serão sempre lembradas com carinho pelos amigos e familiares de Rafael Guimarães Veríssimo, que foi enterrado no fim da tarde desta quinta-feira (10), no Memorial Parque, em Anápolis.

Ele tinha apenas 26 anos e morreu na manhã da quarta-feira (09) após sofrer um infarto enquanto jogava futebol com amigos da faculdade, em Maceió, capital do estado de Alagoas.

O rapaz chegou a ser levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não havia mais o que fazer para ajudá-lo.

PublicidadePublicidade

Rafael estava no oitavo período de Medicina na Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e era presidente da atlética do curso. Em poucas horas, a família precisou fazer uma campanha para arrecadar dinheiro suficiente para o translado do corpo.

“Com muita luta, de família humilde, ele conseguiu chegar a faculdade federal. O sonho foi interrompido. Com a comoção e força de amigos e familiares, conseguimos arrecadar mais de 15 mil reais para custear as despesas com translado do corpo e passagem para a mãe, que foi sozinha fazer o reconhecimento e liberação do corpo em Maceió”, explicou Christian Philipe Moura, primo e irmão de criação de Rafael, ao Portal 6.

O momento de despedida teve início às 12h, no Velório São Sebastião, e pelas redes sociais, o sentimento é de consternação.

https://www.instagram.com/p/B3ZueIbFFLK/

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade