Portal 6

GIH encontra fotos de jovem rendido antes de ser executado em Anápolis

(Foto: Divulgação / GIH)

Imagens estavam em celular de suspeitos, que estão presos e podem pegar pena de até 30 anos

A Polícia Civil, por meio do Grupo de Investigação de Homídios (GIH), prendeu temporariamente na tarde desta quarta-feira (23) Jefferson Godoi, de 24 anos, e Gustavo Faria, de 20 anos.

Ele são apontados como autores do homicídio qualificado de Daniel Santana Ribeiro, de 21 anos, que ocorreu no último dia 30 de setembro, em uma estrada vicinal do Sítio Recreio Vale das Laranjeiras, bairro no extremo Sudoeste de Anápolis.

As investigações apontaram que, na data do crime, a vítima foi morta com diversos disparos de arma de fogo calibre 9mm na cabeça, sendo que testemunhas relataram que os atiradores fugiram do local em um carro branco.

No dia seguinte, Jefferson e Gustavo chegaram a ser presos no Setor Campos Elísios, na posse de um veículo roubado, modelo Fiat Bravo,  e com uma arma de fogo calibre 9mm. Eles foram autuados por receptação e posse irregular de arma de fogo.

(Foto: Divulgação / GIH)

Suspeitando que a dupla estivesse envolvida na morte de Daniel, a Polícia Civil representou ao Poder Judiciário pela quebra do sigilo de dados telefônicos e pela autorização de acesso aos arquivos armazenados.

No aparelho de Gustavo, foram encontradas fotografias de Daniel ainda vivo, rendido e sobre a mira da arma de fogo, segundos antes de ser morto. Posteriormente, as testemunhas que observaram a fuga dos suspeitos reconheceram o carro apreendido.

Jefferson e Gustavo, que já ostentam passagens por tráfico de drogas, receptação, associação criminosa e posse irregular de arma de fogo, serão indiciados por homicídio qualificado.

A pena pode chegar até 30 anos de reclusão e os dois já estão hospedados no Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública da cidade, à disposição da Justiça.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.