Portal 6

Preso pela CPE em Anápolis, homem confessou ter estuprado garotinha

(Foto: Divulgação / CPE)

Vítima mora em uma invasão e enredo dessa história ainda conta com armas e ameaças

Sidnei Caetano de Souza, de 41 anos, foi preso na noite desta quinta-feira (25) pela Companhia de Policiamento Especializado (CPE), no bairro São João, região Sudeste de Anápolis.

Ele é apontado como responsável pelo estupro de uma criança de quatro anos, no último dia 18 de outubro, na cidade de Pirenópolis.

Nos registros policiais consta que a família da menina é humilde e vive em uma invasão. O homem é um conhecido e teria cometido o crime enquanto consertava o telhado da casa onde a vítima mora.

Sidnei então se aproveitou que a genitora criança tentava vender semi-joias para a mãe dele e chamou a garotinha e outra menor para brincar de pique-esconde. Neste momento, se trancou com ela em um quarto e praticou o ato libidinoso.

O caso foi descoberto porque, no dia seguinte, a própria criança contou o ocorrido à mãe, que encontrou uma vermelhidão nas partes íntimas da filha e denunciou o caso à Polícia Civil.

“Depois do fato, ele foi na casa de uma das tias da criança, fez ameaça para o pessoal não divulgar a situação e veio se esconder em Anápolis. As equipes da CPE tomaram conhecimento que Sidnei estaria escondido aqui sob posse de duas armas de fogo. Foram feitas diligências e localizado o autor. Ele confessou o crime e levou os policiais até a casa do pai dele em Pirenópolis, onde guardava as armas em uma mata próxima”, explicou o tenente Vilmar.

(Foto: Divulgação / CPE)

O crime foi confirmado por meio de um exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e o delegado responsável pelo caso está finalizando o inquérito para enviar ao Poder Judiciário. Enquanto isso, também já foi feita a solicitação da prisão preventiva de Sidnei.

“Ele foi apresentado na delegacia e autuado em flagrante pela posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, já que as duas armas estavam com a numeração raspada, e o crime de estupro de vulnerável. Os exames constataram que houve conjunção carnal e também encontraram  sêmen nas partes íntimas da criança”, afirmou o tenente.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.