Portal 6

Nua e sem documentos, mulher pode ter sido estuprada antes de ser morta

IML de Anápolis. (Foto: Reprodução)

Estado do corpo da vítima, que está no IML, surpreendeu até a equipe de socorro

Ao ser acionada na madrugada desta segunda-feira (24), a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) se surpreendeu ao encontrar uma verdadeira cena de filme de terror no bairro Calixtolândia, na região Sudeste de Anápolis.

Uma mulher de 32 anos, moradora de rua, foi encontrada nua e completamente machucada em um galpão da Rua Brasiliense, via que abriga motéis e prostíbulos do setor.

A equipe, porém, já não tinha mais ajudá-la e apenas confirmou o óbito. A causa? Espancamento.

Conhecida apenas como Jô, ela era usuária de drogas e já tinha tido contato com a Polícia Civil em outras ocasiões, quando chegou a prestar depoimentos sobre outros assassinados cometidos na região.

Ao Portal 6, o delegado Cleiton Lobo, plantonista do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), disse que apenas na tarde da próxima quarta-feira (26), após o final do feriado de Carnaval, é que a investigação deverá ser iniciada.

“Ainda não recebemos nada [sobre o caso]. Ela já foi ouvida na delegacia, mas não temos a qualificação completa. Só vamos ter acesso durante o expediente. Ela estava sem documentos, nua e pode ser que tenha tido relações sexuais. Não se sabe se ela foi forçada ou se foi consensual, o perito é que vai determinar”, explicou.

A reportagem apurou que uma avó da vítima teria se prontificado a ir até o Instituto Médico Legal (IML) para apresentar documentos e fazer a liberação do corpo ainda hoje.

Mulher é encontrada morta em galpão da região de motéis em Anápolis

Quer comentar?

Comentários






Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.