PublicidadePublicidade

Se sentindo sem apoio, Caiado indica que quer desistir de novo decreto

"Estou há cinco dias querendo conseguir converência em torno do decreto. Se não tem adesão, como houve no [primeiro] decreto, para que fazer [um novo] decreto?, indagou

Carlos Henrique Carlos Henrique -

A entrevista que Ronaldo Caiado concedeu na manhã desta quinta-feira (14) à CBN Goiânia dá a entender que o governador não pretende mais publicar um decreto de endurecimento da quarentena em Goiás.

Por mais de uma vez, o mandatário reforçou que o documento só teria força se contasse com o apoio maciço da sociedade, algo que ele não está recebendo nem dos prefeitos.

“Estou há cinco dias querendo conseguir convergência em torno do decreto. Se não tem adesão, como houve no [primeiro] decreto, para que fazer [um novo] decreto?”, indagou.

PublicidadePublicidade

“As pessoas estão confundindo a quarentena com férias”, disse ao comentar a recente lotação de várias cidades turísticas do estado.

“O estado demorou mais de 30 dias para chegar aos 100 casos e, somente ontem, registrou 100 casos em 24h, […. mas] não vou me omitir”, acrescentou.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade