PublicidadePublicidade

“Ambientalista”, jovem de Anápolis cultivava maconha em casa com muito carinho

Da Redação Da Redação -
PublicidadePublicidade

Um jovem de 24 anos, morador da Vila São Joaquim, bairro da região Sudoeste de Anápolis, deve ser hospedado na manhã desta quinta-feira (02) no Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública da cidade.

No dia anterior, ele foi detido pela Companhia de Policiamento Especializado (CPE) ao ter o carro parado em uma rua.

Quando desceu do veículo, os militares encontram algumas porções de maconha no bolso dele. Questionado se tinha mais em casa, ele acabou dizendo que sim e acompanhou os policiais até o endereço.

PublicidadePublicidade

Ao entrarem no apartamento, para a surpresa da equipe, havia no quarto do rapaz uma estufa improvisada onde ele cultivava pezinhos de maconha utilizando uma técnica chamada ‘hidroponia’ (plantação sem uso de solo).

Contabilizar todas as mudinhas consumiu tempo, mas o resultado foi esse: 100 mudas, além de várias sementes em fase de germinação.

Além das drogas, a CPE também apreendeu uma balança de precisão no cômodo.

Jovem, maconha, mudinhas, semente e tudo mais foram levados pelos policiais à Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Lá , ele foi autuado por tráfico de drogas, crime inafiançável. Se condenado pode pegar de três a 15 anos de reclusão.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade