PublicidadePublicidade

Diocese de Anápolis rebate nota de associação LGBT após fala de bispo na Câmara

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
PublicidadePublicidade

A Diocese de Anápolis rebateu nesta quinta-feira (25) a nota da Associação de Gays Transgeneros e Lesbicas de Anápolis (AGTLA), que saiu em defesa do segmento que representa após o discurso de ontem (24) do bispo Dom Dilmo Franco na Câmara Municipal.

Segundo a entidade, o religioso “não praticou qualquer ato atentatório aos direitos fundamentais garantidos pela Constituição da República Federativa do Brasil, especificamente à dignidade da pessoa humana, liberdade religiosa ou discriminação de cor, raça ou gênero”.

A Diocese ressaltou que a afirmação do bispo sobre a Igreja Católica não estar aberta para batizados e casamentos homossexuais “é coerente com os ensinamentos e princípios que norteiam a fé católica, e se encontra em consonância com o entendimento adotado pela Santa Sé e a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, sobre o assunto”.

PublicidadePublicidade

Repudiou também o posicionamento da AGTLA, que em um trecho afirmou “que não adianta [religiosos] não casarem e ficarem utilizando coroinhas e outros como objeto sexual”. Para a entidade, a nota de repúdio da associação é caluniosa e ataca não só os bispos, mas todo o Clero da Diocese de Anápolis. Leia na íntegra.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade