PublicidadePublicidade

Na região Sudoeste de Anápolis, amigos desafiaram policiais em serviço e o resultado foi esse

Caixa de som usada por eles também foi apreendida para a alegria da vizinhança

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

Nesta segunda-feira (14), um jovem de 29 anos será o mais novo integrante do Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública de Anápolis.

Isso por conta de uma série de eventos que aconteceram na noite de sábado (12), na Vila União, bairro da região Sudoeste da cidade.

Na ocasião, a Polícia Militar (PM) foi até o endereço do suspeito para averiguar uma possível denúncia de violência doméstica.

PublicidadePublicidade

Porém, ao chegar lá, a guarnição se deparou com uma festa acontecendo e o jovem, acompanhado do primo de 33 anos, escutando música na calçada com o volume da caixa de som muito alto.

Os PM’s pediram para que eles abaixassem o volume e se identificassem, mas não conseguiram uma resposta muito positiva da dupla.

Completamente embriagados e revoltados, eles disseram não ser vagabundos e que a polícia deveria se preocupar em “prender ladrão”.

Depois de serem informados que seria lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra eles por perturbação de sossego, a insubordinação tomou proporções ainda maiores, quando afirmaram, entre palavrões, que não iriam assinar o documento.

Logo em seguida, pegaram a caixa de som e correram para dentro de casa, trancando o portão e afirmando que, caso os policiais quisessem o equipamento, teriam que buscar lá de dentro.

A guarnição precisou chamar reforço e continuar insistindo com a dupla pelo lado de fora, pedindo para que abrissem o portão, o que eventualmente aconteceu.

Mesmo após a abertura, eles continuaram a desafiar os policiais e foi dada voz de prisão. O jovem de 29 anos, e proprietário da casa, resistiu à ação e chegou a lesionar um dos policiais.

Dentro da residência ainda foram encontradas diversas munições, de vários calibres diferentes.

Diante de toda essa confusão, o jovem foi preso em flagrante por posse irregular de munição, resistência e perturbação de sossego.

Já o primo dele, de 33 anos, e dono da polêmica caixa de som, sofreu a lavratura do TCO pelo mesmo crime de perturbação.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade