PublicidadePublicidade

Policiais encontraram no bolso de Lázaro a prova de que ele estava recebendo ajuda para fugir

Interrogatório da esposa dele, que foi levada para delegacia, também precisou ser adiado

Rafaella Soares Rafaella Soares -
(Foto: Captura)

Ainda durante a entrevista coletiva concedida no final da manhã desta segunda-feira (28), o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, afirmou que existe uma organização criminosa responsável pela fuga de 20 dias de Lázaro Barbosa.

O chefe da pasta afirmou que as investigações terão de continuar. Junto do corpo do maníaco, inclusive, foi localizado uma quantia de R$ 4,4 mil em espécie.

“Ainda temos algumas pessoas para investigar e prender. Agora, sai a força intensiva e fica o trabalho investigativo até a gente ir até o último envolvido”, disse.

PublicidadePublicidade

“Além da arma, ele foi encontrado com cerca de 4.400 reais no bolso. Isso é mais uma prova de que tinha gente acobertando ele. O indicativo de dinheiro no bolso indica que, certamente, ele planejava fugir do estado ou até do país”, acrescentou.

Depoimentos

O secretário também informou que a esposa e a sogra de Lázaro foram levadas para delegacia para prestar depoimento, uma vez que o homem teria tentado se encontrar com elas pouco antes de ser localizado pelas forças policiais.

Durante o interrogatório, porém, a companheira dele passou mal e o procedimento precisou ser adiado. Ainda não há previsões de quando deverá ocorrer.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade