PublicidadePublicidade

GIH revela como homem matou amigo ‘por engano’ em Anápolis

Dupla estava envolvida em uma outra ação criminosa, que também terminou com um casal baleado

Da Redação Da Redação -
Rodrigo Mendonça Cotrim morreu após ser baleado pelo amigo. (Foto: Divulgação / GIH)

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) informou à imprensa na manhã desta quinta-feira (08) que conseguiu localizar e prender, em Anápolis, um homem identificado apenas como L.C.S.

De acordo com o órgão, ele é apontado como o autor do disparo de arma de fogo que atingiu e matou Rodolfo Mendonça Cotrim, de 26 anos, em dezembro de 2020, no Parque dos Pirineus, na região Norte de Anápolis.

A vítima e L.C.S eram amigos e, na ocasião, foram juntos até a casa de um desafeto para executá-lo. A dupla chegou atirando e conseguiu balear o pai e a mãe desse inimigo. Os dois sobreviveram.

PublicidadePublicidade

Segundo o GIH, uma luta corporal acabou sendo iniciada dentro da residência entre Rodolfo e o principal alvo da tentativa de homicídio.

O comparsa, vendo a briga, decidiu atingir de uma vez o homem que os dois queriam matar. No entanto, ao atirar, acertou o amigo nas costas. Rodolfo morreu antes mesmo do socorro chegar.

Durante as investigações, L.C.S chegou a fugir para São Paulo e não atendeu mais as intimações policiais. Os agentes, porém, conseguiram fazer o cruzamento de algumas informações para encontrá-lo.

O suspeito já foi encaminhado para o Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública de Anápolis, e está à disposição do Poder Judiciário. Ele responderá por homicídio consumado e três tentados.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade